segunda-feira, 26 de junho de 2017

alice..., do giramundo

Neste empório, variados são os produtos na prateleira. É como a Mercearia Paraopeba, objeto de duas postagens aqui . Os nossos temas são variados. Quando falamos de cultura em geral ou das artes, fazemos artigos que se relacionam com eventos que visitamos ou assistimos e, das observações, cunhamos as críticas. Não é o caso desta postagem. Não é possível acompanhar tudo que a vontade instiga. O tempo é sempre escasso. Como uma metáfora da vida, mais acumulamos perdas do que achados.
É o caso do espetáculo "Aventuras de Alice no País das Maravilhas" do excelente grupo mineiro de teatros de bonecos, o Giramundo, que não assistimos, o que acumula a nossa pilha das perdas.
O "Alice no País das Maravilhas" do Giramundo explora com maestria, segundo a maioria das críticas, o universo construído por Lewis Carrol, essa obra que gera infindáveis interpretações e que cabem nas mais variadas caixas. O Giramundo abriu as suas e liberou seus bonecos para adentrar a toca do coelho.
Abaixo, o vídeo que conta a construção dessa viagem.

5 comentários:

Eliana Tatit Sapienza disse...

Muito bom!
Deixo como sugestão o comovente "Se Fosse Fácil, Não Teria Graça", do Nando Bolognesi, em cartaz no Tuca, até 30/07: https://www.doutoresdaalegria.org.br/blog/doutores-recomenda-se-fosse-facil-nao-teria-graca-de-nando-bolognesi/

Gê Cesar de Paula disse...

Obrigado Eliana, pela dica e pela visita. Para tocar o empório tô precisando de colaboradores. Isso é um convite.

Eliana Tatit Sapienza disse...

Posso tentar, se souber de que maneira

Eliana Tatit Sapienza disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Gê Cesar de Paula disse...

Você viu que é um empório né? Não trato de um assunto específico. A ideia inicial era trabalhar com arte e cultura mas escrevi muito sobre política e outros temas também. Por vezes tenho colaboradores. Se se animar...